domingo, 23 de maio de 2010

Exibido ou apaixonado?

Como já falei em outros posts, nem sempre apresentação de amigos resulta em boa coisa. Muitas vezes você pode estar simplesmente entrando numa fria. Mas, enquanto não encontramos a pessoa certa, vale se divertir com as erradas (desde que os defeitos sejam no mínimo toleráveis).

Giovanna e Fabricio namoravam há algum tempo e resolveram ajudar os amigos solteiros. Giovanna convidou Rafaela, uma amiga de longa data, para viajar com a turma do namorado no Ano-Novo. Como Rafaela estava livre, leve e solta, aceitou o convite logo de cara.

Durante a viagem, João (amigo de Fabricio) se interessou por Rafaela. E, por incrível que pareça, esse "amor" de verão subiu a serra. O novo casal continuou saindo por 1 MÊS até que chegou o aniversário de Rafaela, que comemorou com uma festa no jardim de sua casa.

Como bom moço, João não quis aparecer de mãos abanando (bom sinal), mas acabou exagerando. Ao chegar na casa da bela mulher, ele entregou um pequeno embrulho de uma famosa joalheria. Quando abriu a caixinha preta, Rafaela se deparou com um lindo anel de ouro branco e pedras brasileiras. Se a intenção dele era surpreender de forma positiva, o efeito foi oposto. Educada, ela agradeceu o presente, mas ficou assustada. Qual a intimidade que eles tinham para o presente ser uma jóia?

Após uma semana, Rafaela decidiu devolver o anel. Além de achar o mimo exagerado, não estava com a intenção de namorar, muito menos, casar com ele. Pelo contrário, foi o ponto final de algo que nem tinha começado. Ah, mas ele não aceitou a devolução.

Se você está achando João um fofo e Rafaela uma bruxa, saiba que a história não acabou. João repetiu a mesma atitude com outras garotas que se relacionou. Para ele não importava o tempo que estava saindo com a menina. Se o aniversário dela estivesse próximo, ele não pensava duas vezes. Ia na mesma joalheria e comprava um maravilhoso presente. Será que ele realmente se apaixonava fácil pelas mulheres? Ou usava a jóia para se promover?

Assim como eu, acredito que 99% das mulheres, gostam de ganhar jóia do companheiro. Mas, isso só deve ser feito quando há a mínima intimidade entre o casal, até para não parecer que a jóia foi comprada por uma questão de facilidade.

6 comentários:

Anônimo disse...

vcs são muito complicadas.
Vão acabar sozinhas e encruadas.

Mari disse...

Bom, caso complicado. Se Rafaela estivesse super apaixonada por João, tenho certeza que não acharia exagerado, nem se assustaria com a joia. Acho que se o sentimento for recíproco, não há regra para o tempo que o cara tem que esperar para surprender a mulher que ele ama (seja com joia ou outra ssurpresa). O que me pega nessa história é o fato de ele fazer o mesmo com várias meninas, pois mostra que não deu a joia para Rafaela porque ela era especial. Isso, sim, me deixaria chateada.

Fabi disse...

Concordo que se ela estivesse na mesma sintonia que ele, se sentiria a mulher mais importante do mundo. O fato é que ele comprava jóia para todas.

Anônimo disse...

Voces deviam mudar o título do blog de voces para : O que é seu é nosso e o que é meu é meu !!

Que bando de interesseiras meu Deus, por isso que vão morrer sozinhas.

Anônimo disse...

Fabi escreveu no dia 6 de abril : "A independência da mulher a torna mais segura, madura, feminina e muito poderosa."

Tudo isso e precisam de homem para pagar a sua conta ? que independencia é essa ?

Joselito disse...

O cara tem Dinheiro e gosta de dar joia de presente pq sabe que mulher gosta! Acho q no final ela foi besta de nao aceitar.. quem disse q a joia dizia "case comigo" ou "te quero pra sempre" ... era só um presente.. se ele fosse mais rico daria um carro!!

Deviam aproveitar melhor as oportunidades, pode ser que o amor da vida dela nunca de um anel desses parar ela. E nao que ela precise, mas o presente pode ajudar eles no futuro a comprarem algo ahahah

Bjuu pra vcs..
Obviamente nao concordo com tudo que falam, mas adoro o blog!